Imprimir

Com aula pública no Calçadão, Campus Santos Dumont adere a movimento em defesa da Educação

 
 
O Campus Santos Dumont do IF Sudeste MG promoveu na manhã de hoje uma aula pública em defesa da Educação e com foco na conscientização da relevância das escolas públicas para a sociedade. O ato desta quinta-feira no Calçadão, que manifestou a adesão de estudantes e servidores ao movimento nacional contra o contingenciamento de 30% no orçamento de instituições federais de ensino para 2019, teve a apresentação de diversos projetos de Ensino, Pesquisa e Extensão da unidade por meio de pôsteres e maquetes, interação com a população local e depoimentos de alunos, professores e técnico-administrativos.
 
O Clube de Xadrez, iniciativa do IF que envolve diversos estudantes e servidores, disponibilizou mesas e tabuleiros para a prática durante as quase quatro horas de aula pública. Tabela periódica interativa, jogos didáticos e inclusivos de Matemática - desenvolvidos pelos estudantes da Licenciatura do Campus Santos Dumont - e ginástica laboral (projeto voltado a servidores e alunos do IF) também extrapolaram os muros da instituição. Projetos de Pesquisa, como sobre o uso da Realidade Aumentada no ensino de Física, e de Extensão, como o que potencializa os atrativos turísticos de Conceição do Formoso, saíram dos congressos para a praça pública.
 
A professora convidada Lorene Figueiredo, da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (Faced-UFJF), ministrou durante o ato uma palestra sobre o impacto do contingenciamento e a importância da resistência dos estudantes. Representante da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) na Zona da Mata, o aluno juiz-forano Phelipe Brito também participou da ação.
 
A instituição funciona normalmente nos turnos vespertino e noturno desta quinta-feira.